Reprodução/Internet

PM prende vigilante que matou mulher em condomínio

Da Redação

Polícia militar prendeu, na madrugada de quinta-feira (26), Bruno de Lima Pereira, 27, foragido desde terça-feira, quando matou com mais de 10 tiros a sua colega de trabalho, Renecléia Aparecida Bispo, 41, porteira de um condomínio de luxo em Rondonópolis (212 km ao Sul de Cuiabá).

Bruno foi flagrado pelos policiais andando a pé pelas ruas do Centro. Foi abordado e teve a identidade confirmada após o reconhecimento da PM, que está em diligências desde o dia do crime.

Ao ser contido pelos policiais, afirmou que estava indo para a casa da mãe. Desde que fugiu, ficou escondido dentro de um matagal, o mesmo que foi visto entrado durante a fuga.

Justiça já havia decretado a prisão preventiva contra ele. Encaminhado à delegacia, será ouvido pelo delegado nas próximas horas.

A motivação do crime, que é uma dúvida dos investigadores, deve ser esclarecida com o depoimento do autor do crime. Acredita-se, segundo testemunhas, que Bruno matou Cléia após uma discussão por conflitos de trabalho.

Cléia, como era conhecida pela família e amigos, foi velada e sepultada na quarta-feira (25), sob forte comoção. Ela era solteira e tinha um filho adolescente.

No local do crime a polícia encontrou 6 capsulas de calibre 38 deflagrada. Bruno foi preso com lesões no corpo, decorrente à queda da motocicleta no dia da fuga. No mesmo local, deixou cair o revólver utilizado no feminicídio.

Todo o material foi apreendido pela Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec). Polícia Civil segue as investigações, para em seguida, indiciar o homem.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário