Reprodução/Internet

MPE investiga servidores que ganham insalubridade de forma ilegal

Da Redação

A Promotoria de Justiça de Jauru instaurou um inquérito civil público para apurar supostos atos de improbidade administrativa praticados pelo servidor S.R.S., fiscal sanitário da prefeitura de Jauru. Segundo a portaria 001/2020, assinada pelo promotor Daniel Luiz dos Santos, o servidor esteve em desvio como assistente administrativo e, posteriormente, na função de gestor de previdência, conforme portaria da prefeitura  de outubro de 2018.

De acordo com o Ministério Público, durante o desvio de função por aproximadamente nove meses S. R. S. recebeu o adicional por insalubridade referente ao cargo de fiscal sanitário. Na portaria, o promotor determina a realização de diligências para esclarecer os fatos.

Caso comprovada a irregularidade, o servidor deverá ressarcir ao erário os valores recebidos indevidamente.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário