Gcom/MT

Agentes impedem entrada de drogas na Penitenciária da Mata Grande

Da Redação

Os agentes da Penitenciária Major PM Eldo Sá Corrêa (Mata Grande), em Rondonópolis (215 km ao Sul de Cuiabá), impediram a entrada de quatro visitantes que tentavam entregar entorpecentes a detentos, neste domingo (22.09). As ocorrências envolveram três mulheres e um homem. Além disso, os agentes evitaram a entrada de uma outra visitante com um pedaço de durepox.

Uma das mulheres, identificada como E.S.T., iria entregar o material ao recuperando J.R.L. O aparelho de scanner constatou algo de anormal durante a revista. Ela foi indagada pela agente de plantão, que a informou que seria encaminhada ao Pronto-Atendimento para checagem. Enquanto aguardava, ela pediu para ir ao banheiro e expeliu um invólucro com substância análoga à maconha, um aparelho celular e dois cabos USB.

O aparelho scanner também detectou algo de anormal no abdômen da visitante R.V.B., que pretendia visitar o recuperando F.S.A. Quando a agente informou que ela seria encaminhada ao Pronto-Atendimento, ela ficou nervosa e pediu para usar o banheiro. Quando voltou, passou pelo aparelho de novo e não havia mais irregularidade. A agente de plantão suspeitou e percebeu que R.V.B. havia descartado um pacote em um vaso de plantas, perto de onde estava sentada. Na checagem, os agentes encontraram um invólucro com substância análoga à maconha.

Já a visitante J.P.M., estava levando alimentos ao recuperando R.S.S. Durante procedimento de revista manual, os agentes notaram que a alça da bolsa onde a comida estava acondicionada estava muito grossa. Ao examinarem melhor, encontraram quatro tiras envoltas em plástico contendo entorpecentes, sendo que três aparentam ser de pasta base e uma de maconha.

O visitante I.L.R.M. também tentou entrar com drogas na unidade, com a justificativa de entregar materiais de higiene ao recuperando G.D.S., que havia ingressado na unidade nas últimas 48 horas. Durante a revista, o scanner detectou algo de anormal dentro de tubos de pasta de dente. A revista manual constatou que havia canudos de plástico cheios de substância análoga à maconha dentro dos tubos.

A visitante C.S.A. também foi impedida de entrar para encontrar o recuperando W.R.S. Ao passar pelo scanner foi detectado algo no abdômen. Enquanto aguardava para ser levada ao Pronto-Atendimento, pediu para ir ao banheiro e retirou um pacote que estava introduzido na genitália. Ao abrir, os agentes constataram que era um pedaço de Durepox.

Medidas

Todos os visitantes que tentaram entrar com entorpecentes e os respectivos recuperandos foram encaminhados à 1ª Delegacia de Polícia de Rondonópolis para confecção de boletins de ocorrência e providências que os casos requerem. Estas pessoas tiveram o direito à visita suspenso, medida que só pode ser revertida mediante decisão judicial. No caso de C.S.A., que não portava drogas, apenas foi impedida de fazer a visita e também teve a carteira de visitante retida.

Os recuperandos que seriam beneficiados com os materiais ilícitos apreendidos também sofrem sanções administrativas, como recolhimento na ala de segurança por 10 dias.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário