Reprodução/Internet

Licitação do rodoanel deve sair este ano

Da Redação

O governo do Estado deve lançar, até o final do ano, o edital para a retomada das obras do rodoanel, em Cuiabá. A informação é do superintendente regional do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) em Mato Grosso, Orlando Fanaia Machado. Segundo ele, o anteprojeto para a obra, que prevê a construção de 52 km de rodovia passando pela BR-163/364 em Várzea Grande, na altura do rio Pari e pela BR 070/163/364 em Cuiabá, na região do Sinuelo, já foi elaborado e concluído pela Secretaria de Infraestrutura do Estado.

O assunto foi tratado durante audiência pública nesta segunda-feira (09.09) realizada pela Câmara Municipal de Cuiabá, Assembleia Legislativa e Senado Federal.

O senador Wellington Fagundes, presidente da Frente Parlamentar de Logística de Transportes e Armazenagem, cumpre missão oficial em Singapura, mas enviou mensagem reforçando a importância da obra para melhorar a estrutura viária de Cuiabá e Várzea Grande, retirando dessas cidades o tráfego pesado de cargas.

A obra do rodoanel foi paralisada em 2010 e até o momento somente 9,6 km do total foram construídos mediante convênio entre o Dnit e a Prefeitura de Cuiabá. Hoje, a obra é fruto de convênio entre o Dnit e a Sinfra e conta com R$ 130 milhões depositados em conta do Estado.

O anteprojeto prevê pista dupla em concreto e a construção de 13 viadutos e duas pontes (sobre o rio Coxipó e o rio Cuiabá). Os custos finais chegam a R$ 560 milhões.

O presidente da Assembleia, deputado Eduardo Botelho, disse que o Legislativo poderá ajudar a garantir recursos para a obra e reforçou a importância do trabalho da bancada federal de Mato Grosso, especialmente do senador Wellington Fagundes.

Para o presidente da Câmara, vereador Misael Galvão, o rodoanel vai representar um novo impulso ao crescimento de Cuiabá e Várzea Grande, já que beneficia diretamente a cerca de 49 bairros.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário