Reprodução

Presidente da Câmara de Cuiabá, Misael Galvão filia no PTB

Da Redação

O vereador e presidente da Câmara Municipal de Cuiabá, Misael Galvão, vai deixar o PSB e migrar para o PTB – partido do ex-prefeito de Cuiabá, Chico Galindo, e também do deputado federal, Emanuel Pinheiro da Silva Primo, o “Emanuelzinho”. A informação foi confirmada pelo deputado estadual e presidente do PSB de Mato Grosso, Max Russi, durante entrevista ao programa Tribuna, da rádio Vila Real, na manhã desta terça-feira (18).

Max Russi foi questionado sobre a possibilidade de “lançar” a candidatura do Secretário de Estado de Saúde (SES-MT), Gilberto Figueiredo, que também pertence ao PSB e está licenciado da Câmara de Vereadores de Cuiabá para ocupar o cargo no Governo do Estado. O parlamentar, porém, admitiu a possibilidade de Figueiredo também deixar o partido e se filiar ao DEM, sigla do governador Mauro Mendes.

Em seguida, Russi revelou que Misael Galvão já solicitou sua carta de desfiliação do PSB. “Misael Galvão já pediu sua carta de desfiliação. Vai para o PTB. Nós liberamos. Eu estou liberando todos que queiram sair do partido. Ninguém é forçado ficar aonde não quer”, resumiu Max Russi.

Com a decisão, Misael Galvão é mais do que nunca membro do grupo aliado do prefeito da Capital Emanuel Pinheiro (MDB) na Câmara de Vereadores da Capital – sobretudo ao constatar que o PTB, onde Galvão deve agora militar, já possui em seus quadros o filho do prefeito de Cuiabá, o deputado federal “Emanuelzinho”.

Em relação à possibilidade de lançar um candidato na Baixada Cuiabana nas eleições de 2020, Max Russi permaneceu cauteloso, revelando apenas que Gilberto Figueiredo teria lhe dito que seu projeto não era ser prefeito de Cuiabá. Nas últimas semanas seu nome tem sido ventilado como a escolha do governador Mauro Mendes para a disputa da prefeitura da Capital.

“O Gilberto não falou nada [em sair do partido]. Acho que o PSB é um partido leve, bom, com bom tempo de TV, tem condição de oferecer uma boa proposta para qualquer município de Mato Grosso. Na conversa que eu tive com ele, disse que não é o projeto dele. O projeto dele era fazer uma boa gestão na Secretaria de Saúde, que é uma pasta pesada”, explicou o deputado estadual.

O PSB vem cogitando lançar o ex-prefeito de Cuiabá, Roberto França (PV), como candidato da sigla a prefeitura de Cuiabá. Na última semana, Russi fez o convite ao apresentador do programa Resumo do Dia (TV Brasil Oeste).


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário