Divulgação

Cuiabá terá coleta de lixo nos rios

Da Redação

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, entrega na segunda-feira (24), às 8h, na Praça Luís de Albuquerque, mais uma inovadora ferramenta que vai fazer parte do conjunto de ações voltadas para o recolhimento e destinação de lixo. Com a ideia de potencializar as atividades de preservação daquele que é considerado o maior patrimônio natural da cidade, o Município realiza o trabalho de coleta fluvial no Rio Cuiabá com a primeira Balsa Ecológica.

A chegada da Balsa Ecológica integra as medidas exigidas no processo licitatório, finalizado em 2018, que resultou na assinatura de contrato com a Locar Gestão de Resíduos. Apesar do novo modelo de contrato estabelecer o pagamento mensal pela quantidade de resíduos coletados e não mais pelos maquinários disponibilizados, o Município tomou todas as providências necessárias para assegurar a chegada do equipamento.

Conforme o plano de atuação, o trabalho será feito todos os dias e contará com uma equipe de três funcionários, sendo um operador e dois ajudantes. A balsa possui 7.20 metros de comprimento, 3 metros de largura e laterais com 1.10 metro de altura, com tela de uma polegada. Além disso, o piso é construído com chapa de aço e forrado com borrachão, garantindo a segurança aos coletores.

“Não poderíamos passar esse momento de celebração dos 300 anos sem nos lembrarmos do nosso maior símbolo, que é o Rio Cuiabá. A cidade cresceu a partir do rio e precisamos dar a ele o tratamento que merece. Estamos modernizando nosso sistema de coleta e, quando houve a necessidade de lançarmos uma nova licitação, a exigência de que o Rio Cuiabá fosse contemplado foi uma das primeiras que fiz à minha equipe”, destaca o prefeito Emanuel Pinheiro.

De acordo com o planejamento montado pela Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, em parceria com a empresa responsável pela coleta, a ideia é que o barco ultrapasse a barreira do trabalho em si e exerça também um importante papel na conscientização popular. Nesse sentido, a expectativa é de que em momentos programados a embarcação seja utilizada para a realização de atividades de educação ambiental.

“Os resultados que queremos alcançar, não só na questão do tratamento dado ao lixo produzido como em tudo que envolve a preservação ambiental, somente serão possíveis com a participação ativa da sociedade. Por isso, nossa intensão é fazer parcerias com Ongs, escolas e outras entidades, para que a população também utilize a balsa para ocupações relacionadas à conscientização”, explica o secretário de Serviços Urbanos, José Roberto Stopa.

OUTRAS AÇÕES

Uma das principais bandeiras levantadas pela Prefeitura de Cuiabá tem sido a adoção de práticas de sustentabilidade. Como prova disso, a concorrência pública para a operação do sistema de coleta na Capital, foi toda montada com base em conceitos que garantisse a modernização do serviço. Isso porque, além intensificar a preservação ambiental, a melhoria no recolhimento de lixo impacta diretamente na saúde preventiva da população.

Em abril deste ano, por exemplo, foi inaugurado na Praça Alencastro o primeiro conjunto de lixeiras subterrâneas da cidade. A estrutura já está em funcionamento e conta com três contêineres semienterrados, que ajudam na coleta seletiva na área da região central. O contrato prevê que, considerando a viabilidade financeira do projeto, o Município pode solicitar a instalação de até 50 conjuntos.

Posteriormente, em maio, a etapa de coleta domiciliar passou a contar com 25 novos caminhões que, além de otimizar o serviço, também colabora para a segurança dos trabalhadores. Os veículos possuem compartimento de 15 metros cúbicos e 19 metros cúbicos, capazes de recolher até cerca 10 mil toneladas e 15 mil toneladas, respectivamente. Também são equipados com rastreadores, que permitem o monitoramento da coleta.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário