Otmar de Oliveira

TJ manda prender empresário que agrediu filha de Pagot

Yuri Ramires-GD

Breno Pereira Alves, empresário de 38 anos, está sendo procurado pelas forças de segurança, acusado de agressão física, sexual e cárcere privado, contra a filha mais velha do ex-secretário de Estado e ex-diretor do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), Luiz Antônio Pagot.

O mandado de prisão foi expedido na segunda-feira (20) pela 1º Vara Especializada de Violência Doméstica e Familiar e tem validade até maio de 2023.

Já nesta terça-feira (21), foi a vez do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) publicar do documento, onde consta que o mandado ainda não havia sido cumprido.

A vítima relatou à polícia que teve um relacionamento com o empresário, que é natural de Governador Valadares (MG), mas que estavam separados há seis meses.

No dia 04 de maio Breno teria procurado a vítima, que aceitou conversar com o homem.

Quando ela ia embora, ele não gostou do ato e começou a xingar e humilhar a vítima.

Não satisfeito, ele a arrastou até o quarto pelos cabelos, onde a agrediu com chutes, tapas e mordidas.

Após as agressões, ele a trancou em casa e a impediu de sair.

Ela só foi socorrida quando uma amiga, que ligou em seu celular, ouviu os gritos pedindo socorro após o empresário atender ao telefone.

Agressivo

Aos policiais, a vítima relatou que o homem ficava mais agressivo quando ela pedia para ele parar.

Essa não é a primeira vez que ele é denúnciado, consta contra ele outros casos de ameaça e injúria contra mulheres.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário