Divulgação

“Vamos todos fazer greve”, ironiza Mendes diante de anúncio

Jessica Bachega

Diante do anúncio de paralisação dos servidores do Sindicato dos Trabalhadores no Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT), o governador Mauro Mendes (DEM) voltou a declarar que greve não é solução. Ele enfatizou que greve é um direito dos servidores, mas a educação deve ser melhorada não só com aumento de salários.

Durante evento, nessa terça-feira (14), o gestor ainda ironizou que se parar o serviço resolvesse alguma coisa, ele também faria greve. “Vamos todos fazer greve. O governador faz greve, o empresário faz greve, o jornalista faz greve, se isso resolver teremos um estado muito melhor”, destacou.

Mendes declarou que o Estado tem grandes dificuldades em pagar os salários, pois a folha aumentou muito nos últimos anos. Reconhece, porém, que o Sintep tem todo direito de aderir ao movimento.

“Mato Grosso tem o terceiro melhor salário e ocupa a 21ªcolocação como pior educação. É o momento de refletir um pouco sobre melhorar a educação. Não é só melhorando salário que vai melhorar educação”, ressalta.

Sintep ameça greve

O Sintep decidiu por convocar a categoria após reunião com representantes do governo. O Sindicato alega que o governo não deu respostas às demandas.

A classe cobra, entre outros, reajuste salarial, melhor infraestrutura e concurso público.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário