Divulgação

Operação prende suspeitos de roubar R$ 40 milhões em cargas

Da Redação

A Polícia Civil e a Polícia Rodoviária Federal (PRF) deflagraram na manhã desta quinta-feira (30) a Operação Zayan para combater um grupo criminoso suspeito de roubar R$ 40 milhões de veículos de cargas em 5 estados do país.

De acordo com informações, o bando também mantinha motoristas reféns em Goiás, Pará, Mato Grosso, Rondônia e São Paulo.

Ao menos, 62 mandados de busca e apreensão e 26 de prisão preventiva são cumpridos.

O delegado titular da Delegacia Estadual de Repressão a Furtos e Roubos de Cargas, Alexandre Bruno Barros informou ao site G1 Goiás, que 19 membros da organização criminosa foram presos nos últimos meses.

A ação também recuperou 25 caminhões roubados antes mesmo da deflagração da operação. Pelo menos, 340 policiais civis e rodoviários federais participam da ação.

Investigação

Após 18 meses de investigações e levantamentos de inteligência policial, foi identificada a organização criminosa responsável por dezenas de crimes cometidos em todo o País, como sequestros, furtos e roubos de carga, adulteração veicular, falsificação de documentos, fraude em sistemas de informática de DETRANs e enriquecimento ilícito.

Foram expedidos 97 medidas cautelares – 35 mandados de prisão preventiva e 62 mandados de busca e apreensão, todos cumpridos em sincronia nos Estados de Goiás, São Paulo, Mato Grosso e Pará.

Em Mato Grosso, estão em cumprimento 1 mandado de prisão (Várzea Grande) e 5 mandados de busca e apreensão (Várzea Grande e Alta Floresta).

Estima-se que o grupo seja responsável por mais de 80 roubos nos Estados em destaque, o que representa um prejuízo de cerca de R$ 40 milhões de reais por ano.

Diante da deflagração da operação, utilizou-se o seguinte quantitativo operacional: 150 Policiais Civis, incluindo delegados, escrivães e agentes; 200 Policiais Rodoviários Federais; 85 Viaturas; uma aeronave de asa fixa (transbordo de presos entre PA e GO).

(Com informações da assessoria de imprensa).


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário