Reprodução

aques bateu recorde de ineficiência e roubalheira, diz Pivetta

Karine Miranda do GD

O candidato a vice-governador na chapa de Mauro Mendes (DEM), Otaviano Pivetta (PDT), avaliou que a gestão do governador Pedro Taques (PSDB) bateu “recorde em ineficiência e roubalheira” e não tem “moral” para acusar os candidatos concorrentes.

A afirmação é uma resposta às declarações de que a candidatura de Mendes seria uma “volta ao passado”, em razão de a coligação do democrata contar com o apoio do MDB, que foi o partido do ex-governador Silval Barbosa (sem partido), preso acusado de crimes de corrupção.

Segundo Pivetta, o governador atual não teria condições morais de criticar qualquer candidato ou apoio, uma vez a gestão teve “recorde” de secretários presos e esquemas descobertos, como os grampos ilegais operados pela Polícia Militar supostamente a mando de Taques e o desvio de recursos em obras da Secretaria de Estado de Educação.

“Ele bateu o recorde de secretários presos na história de Mato Grosso, que teve pessoas que dividiam a parede de gabinete com ele preso por corrupção. Eu não vou nem fazer muito comentário, porque ele não tem credibilidade. O governo dele bateu recorde de ineficiência e roubalheira. Ele não pode falar isso [de uma volta ao passado]”, disse

Ainda segundo Pivetta, essa associação de “volta ao passado” é uma inverdade, pois o apoio oferecido pelo partido foi republicano e, por isso, aceito para compor a coligação. Pivetta ressaltou ainda que o partido é importante e vai colaborar na campanha.

“Não há problema nenhum receber apoio. MDB também veio oferecendo apoio a nossa chapa. Não tem nenhum cargo majoritário e acolhemos o MDB por ser um partido importante do ponto de vista político. Os partidos não são corruptos, os partidos não são malfeitores, quem faz bem ou mal são as pessoas que compõem os partidos”, disse.

Pivetta afirmou ainda que, tanto ele quanto Mendes, foram bem avaliados pela população durante as gestões nas prefeituras de Lucas do Rio Verde e Cuiabá, respectivamente. Além disso, segundo Pivetta, não possuem nenhum tipo de denúncia contra ele e Mauro Mendes.

“Tenho 20 anos de vida pública. Não teve nenhuma denúncia que vingou contra mim. Teve calúnia, exploração midiática muitas vezes tentando denegrir minha imagem. Mas nesses 20 anos de vida pública eu não tenho nenhum processo que tenha prosperado, pois eu sempre provei que não tinha nada a ver. Pelo que eu saiba, contra a gestão do Mauro não tem nenhuma denúncia. Então, não tem nada. Absolutamente nada que pese contra mim, em se tratando de desvios de conduta ou falta de licitude”, encerrou.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário