Divulgação

Governador afirma que equipamentos do Pronto Socorro já estão sendo negociados

Celly Silva do GD

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou que a negociação dos equipamentos do novo Pronto Socorro já está sendo viabilizada em conjunto pela Prefeitura de Cuiabá e pelo governo do Estado. Ao chegar no Grupo Gazeta de Comunicação para uma entrevista na Rádio Vila Real, na manhã desta terça-feira (19), ele afirmou que conversou com o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) sobre o assunto.

“Conversei com o prefeito Emanuel Pinheiro na semana passada e conversei com o prefeito Emanuel Pinheiro hoje ainda. Hoje ele está terminando uma reunião sobre a questão dos equipamentos, me apresenta o valor, nós fazemos uma portaria ou um convênio disponibilizando para o Município de Cuiabá até determinado valor pra que seja equipado o Pronto Socorro”, disse.

O governador aproveitou para criticar adversários que apontam erros na gestão da saúde em sua administração.

“O que me causa estranheza é que muita gente que nem falava do Pronto Socorro, há 30 anos não tem uma obra, agora muito ‘preocupadinho’ com o Pronto Socorro. Nossa administração no 5º mês é que iniciou a obra do Pronto Socorro”, disparou.

Taques ainda comentou a respeito das contas de gestão avaliadas pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE), que apontou 17 irregularidades. “Vamos buscar sanar as eventuais recomendações do Tribunal de Contas do nosso Estado. Quero expressar aos conselheiros respeito e temos que resolver essas pendências pra que tenhamos um estado mais rígido, com políticas públicas melhores”.

O executivo afirmou que eventuais erros ocorreram diante da limitação de recursos, o que o levou a ter que escolher entre pagar os duodécimos dos poderes, por exemplo, e empregar recursos públicos em áreas prioritárias. “Infelizmente, quando você tem pouco dinheiro , você tem que fazer opções: entre repassar sem inviabilizar os poderes e a saúde pública e a segurança pública, eu priorizei esses dois temas”, justificou.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário