Divulgação

Taques diz “desprezar” políticos que defendem gestão Silval

Leonardo Heitor

O governador Pedro Taques (PSDB) afirmou nesta quinta-feira, em entrevista ao programa Chamada Geral, na rádio Mega FM, que sente desprezo por políticos e pessoas ‘instruídas’ que afirmam que a administração do ex-governador Silval Barbosa foi melhor do que a feita por ele. A afirmação é em resposta ao ex-prefeito de Cuiabá e pré-candidato ao Governo do Estado, Mauro Mendes (DEM), que na quarta-feira declarou que o Estado de Mato Grosso estaria em uma situação delicada e que “não foi assim que o governador pegou o Estado, em 2014”.

Taques retrucou, cutucando o ex-prefeito. “Falar que a administração anterior fez um melhor governo, se vem do cidadão popular, eu até entendo, mas de pessoas que se dizem qualificadas, aceitar o rouba mas faz, para mim, é motivo de desprezo, no mínimo. Mato Grosso perdeu bilhões de reais. Isso é querer um retorno ao passado”.

Pedro Taques voltou a culpar a administração passada pelas dificuldades enfrentadas por sua gestão no comando do Governo do Estado. Segundo ele, foram levantados 90 processos relativos a corrupção na gestão anterior. Ele também revelou que recebeu o Estado com restos a pagar na saúde no montante de R$ 370 milhões.

“Nós conhecíamos muito o Estado, mas cada gaveta que você abre, é um escândalo. Ontem, tive uma reunião na Controladoria Geral do Estado, e estamos levantando 90 processos que envolvem corrupção na administração passada. Isso é roubo e o Brasil está cansado disso. Existe déficit e restos a pagar na saúde? Existe. Assim como existia quando eu recebi o Estado, com R$ 370 milhões de restos a pagar na saúde e paguei. Assim como também recebi Mato Grosso com os repasses atrasados, e também paguei”, revelou.(FolhaMax)


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário