Divulgação

Vereador lembra apoio e cobra recuo de presidente da Câmara de Cuiabá

Leonardo Heitor

O vereador Misael Galvão (PSB), pré-candidato à presidência da Câmara Municipal de Cuiabá, cobrou o apoio do atual presidente da Casa, Justino Malheiros (PV), a quem disse ter apoiado e votado na eleição da Mesa Diretora em 2016. O parlamentar postou uma foto na última semana com outros vereadores, anunciando que tinha recebido o apoio de 13 deles.

Misael afirmou, durante entrevista ao Jornal do Meio Dia, da TV Vila Real, que na última eleição para a Mesa Diretora, também era pré-candidato, mas ao perceber que Justino Malheiros tinha a maioria dos vereadores com ele, abriu mão da candidatura e votou no atual presidente, ressaltando que irá pedir o voto do atual chefe do legislativo municipal. “Já conversei com o presidente. Na outra eleição, também coloquei meu nome, mas chegou um momento onde o Justino teve a maioria e tive a humildade de reconhecer o trabalho que ele fez de articulação, e eu como sou uma pessoa que sempre pensa na união de todos, fui lá e votei nele. A cada momento, nosso nome ganha adesão, e irei pedir sim voto para ele”, afirmou.

O parlamentar evitou entrar em colisão com o atual presidente, que recentemente disse se sentir traído pelos vereadores que declararam apoio a Misael. O pré-candidato também destacou que Justino Malheiros terá que primeiro superar a questão jurídica, se quiser ser candidato.

A Justiça cassou a decisão da Câmara que permitia a reeleição para o atual presidente. “Não posso falar pelo presidente. Ele precisa superar um processo jurídico, até porque o que foi aprovado pela Câmara foi derrubado juridicamente. Isso precisa ser superado, para só depois ele conversar sobre questões de eleição de mesa. Tenho a minha clareza de que coloquei meu nome à disposição dos 25 vereadores. Temos 13 votos declarados, podendo ter nos próximos o apoio de mais uns dois ou três vereadores”, completou.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário