Divulgação

Mauro Mendes agora filiado ao DEM ainda evita criticar Taques

KAMILA ARRUDA

Tido como pré-candidato ao Governo do Estado pelo Democratas (DEM), o ex-prefeito de Cuiabá Mauro Mendes tem evitado tecer críticas ao governador Pedro Taques (PSDB). Recém-filiado à sigla, ele afirmou que ainda vai fazer uma avaliação da atual gestão.

“Eu vou fazer sim uma avaliação mais profunda sobre esses três anos de mandato do governador Pedro Taques, como cidadão, como agente político e como apoiador que eu fui”, enfatizou.

De acordo com Mendes, esta análise que irá auxiliar na sua decisão partidária de encarar o pleito de outubro deste ano ou não.

“Em algum momento, com muita propriedade, eu vou dizer: sim eu quero continuar apoiando este projeto ou não, quero construir um novo projeto para Mato Grosso. Não tenho essa avaliação ainda, no momento oportuno eu terei”, garantiu.

O ex-prefeito ainda defendeu que o DEM faça a mesma análise, com base em dados e informações. “Eu defendo claramente que o DEM, como partido político, faça uma avalição da atual administração, que ele faça uma avaliação dos resultados, daquilo que foi prometido e daquilo que foi entregue, do comportamento pessoal deste governo, para saber se ele como partido político quer continuar neste projeto ou quer construir um novo projeto”, pontuou.

Vale lembrar, entretanto, que algumas lideranças democratas no Estado não têm poupado críticas ao atual governador. O ex-deputado federal Júlio Campos, por exemplo, é um dos que mais tem “batido” em Taques nos últimos dias.

Mendes é o mais cotado para disputar a eleição majoritária ao Governo do Estado contra o atual governador. Em visita a Capital na última sexta-feira, o presidente da Câmara Federal Rodrigo Maia (DEM) avaliou o ex-prefeito como o mais qualificado para governar Mato Grosso nos próximos quatro anos.

“Mauro é um grande nome. Acredito, e com todo respeito a todos os outros que também se colocam como pré-candidato, que o Mauro é o melhor nome que temos aqui em Mato Grosso”, disse.

Diante da nova musculatura do partido no Estado, com a filiação de novas lideranças, Maia acredita que o Democratas de Mato Grosso não terá dificuldades em construir um projeto voltado para eleição majoritária deste ano.

“Em conjunto, estamos construindo um projeto vitorioso no Estado de Mato Grosso. Aqui vamos ter um grande projeto que vai ser exemplo para todo Brasil e que vai ser liderado pelo Mauro Mendes e por Jaime Campos”, enfatizou.

Apesar disso, o deputado federal evitou falar da possibilidade de rompimento definitivo com o governador Pedro Taques (PSDB). “Se ocorrer é uma decisão local. Eu defendo sempre que meu partido construa as candidaturas majoritárias, mas a decisão final é do diretório regional. Não vamos interferir nisso”, garantiu.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário