Divulgação

Campanha de vacinação contra influenza começa neste sábado em MT

Da Redação

Começa neste sábado (30.04) a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza em Mato Grosso. Segundo a Coordenadoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde (SES) a previsão é de que mais de 650 mil pessoas sejam vacinadas. Seguindo o cronograma do Ministério da Saúde, a Campanha prosseguirá até o dia 20 de maio, tendo o dia 30 de abril definido como o dia D.

Neste período, devem ser imunizadas crianças menores de cinco anos, gestantes, puérperas, idosos, indígenas e pessoas com comorbidades, que têm mais risco de ter complicações graves em decorrência da influenza. Além disso, também fazem parte do público alvo profissionais da saúde, pessoas privadas de liberdade e profissionais do sistema prisional.

A meta é vacinar, pelo menos, 80% dos grupos elegíveis. Para isso, estão previstos no estado 815 postos de vacinação distribuídos nos 141 municípios.

Para Mato Grosso, serão ofertadas cerca de 700 mil doses da vacina até o final da campanha. “Já recebemos 60% das doses de vacinas referente à meta de vacinação estadual e estamos repassando para os municípios, via Escritório Regional de Saúde (ERS), gradativamente conforme o envio dos lotes por parte do Ministério da Saúde”, explica a coordenadora de vigilância epidemiológica, Flávia Guimarães.

Ela informa ainda que para o início da campanha todos os municípios mato-grossenses receberam 50% das doses, referente à meta de vacinação de cada região. “O quantitativo distribuído até o momento é o necessário para que iniciemos a campanha, levando em consideração o público alvo e a série histórica do dia D das campanhas anteriores”, comenta a coordenadora ressaltando que está previsto para chegar neste sábado mais um lote, com 105 mil vacinas.

A vacina é ofertada anualmente pelo Sistema Único de Saúde (SUS) e tem o objetivo de reduzir as complicações e as internações decorrentes das infecções causadas pelos vírus, nos grupos prioritários para vacinação. A produção da vacina é feita no Brasil pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório privado Sanofi Pasteur. A vacina da campanha de 2016 é trivalente e protege contra os tipos de vírus A (H1N1), A (H3N2) e Influenza B, que são os de maior importância epidemiológica. 

Números

Até o momento, 200 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRGA) foram notificados em Mato Grosso. Deste total oito foram descartados e 188 continuam em investigação.

Quatro casos notificados tiveram resultados positivos para Influenza A H1N1. Deste número, um caso evoluiu para cura e três casos evoluíram para óbito. Ao todo 16 óbitos foram notificados – três foram descartados e dez continuam em investigação.

Entre os municípios com mais notificações de casos de SRAG destacam-se Cuiabá e Rondonópolis e Alta Floresta, com 72, 33 e 12 casos, respectivamente. Os demais casos estão distribuídos em 30 municípios mato-grossenses entre eles Várzea Grande, Cáceres Lucas do Rio Verde e Primavera do Leste.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), estima-se que a influenza acomete de 5% a 10% dos adultos e de 20% a 30% das crianças, causando de três a cinco milhões de casos graves e 250.000 a 500.000 mortes todos os anos.

( Com assessoria )


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário