Divulgação
Policia Militar a noite

Homem atira em travesti no Zero km em VG

Da Redação

A travesti Eliandro Brasilino de Morais, 31 anos, sofreu uma tentativa de assassinato na madrugada de quarta-feira (11), no bairro Jardim Potiguar, região do Zero Km – ponto conhecido de prostituição em Várzea Grande.

A travesti já havia sido detida pela Polícia Militar, na última sexta-feira (6), acusada de ter roubado um cliente.

Já na madrugada desta quarta-feira (11), ela havia realizado um programa sexual e o cliente a deixou na rua. Realizando diversos disparos de arma de fogo em seguida.

Eliandro foi atingido por dois tiros. Um deles acertou a boca e atravessou a face, saindo pela nuca. O outro tiro atingiu o braço esquerdo.

Testemunahas acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que socorreu a vítima e encaminhou para o Pronto-Socorro de Várzea Grande.

De acordo com a assessoria do Pronto Socorro, a travesti segue internada, mas o estado de saúde é estável e não corre risco de morte.

O autor dos disparos estaria em um Citroën C4 Pallas e fugiu do local após o crime.

A Polícia Militar realizou buscas na região, mas o criminoso não foi localizado.

A tentativa de assassinato é investigada pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Acusadas de roubo

Eliandro foi encaminhado para a delegacia, na semana passada, juntamente com outras quatro travestis. Elas foram acusadas de roubo e desacato.

A situação aconteceu por volta das 5h30, quando a recepcionista de um motel acionou a PM após a denúncia de que um homem, de 41 anos, estava sendo vítima de roubo em um dos quartos.

Ao chegar no local, a vítima estava com diversos hematomas no rosto e um dente quebrado, devido às agressões sofridas. O homem relatou que as travestis pegaram a chave de seu carro, um Fiat Uno, e queriam seu dinheiro.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário