Divulgação
Victório Galli 2

Deputado quer proibir novelas de abordarem homossexualidade

FolhaMax

O deputado federal Victório Galli (PSC) criticou a exposição em que houve nudez no Museu de Arte Moderna de São Paulo e revelou ter protocolado um projeto de lei para que seja proibido temas relacionados a homossexualidade em programas de TV, entre às 6h e 22h.

Em entrevista a Rádio Capital FM na manhã desta segunda-feira (9), Galli disse ter ficado horrorizado com o desempenho do artista Wagner Schwartz no fim do mês passado e que já tomou providências quanto ao caso. “Já protocolei um projeto de lei para que caso aconteça este tipo de exposição, as entidades de eventos e associações que estão pegando dinheiro público, principalmente da Lei Rouanet, que fiquem proibidos dez anos sem pegar dinheiro para fazer este tipo de serviço”, disse.

Sobre o conteúdo das atuais novelas, principalmente as da TV Globo, que vem abordando temas como a ideologia de gênero, o parlamentar afirmou que está lutando para que este tipo de programação só seja transmitida entre as 22h as 5h. “Em relação às novelas, eu protocolei um projeto de lei proibido qualquer programação que venha influenciar as nossas crianças, principalmente essas questão de espaço as novelas que aparecem ideologia, homem beijando homem, mulher beijando mulher, essa coisa todas as 6h as 22h”, afirmou.

O parlamentar, que também é pastor evangélico, elogiou a decisão do STF de manter a disciplina Ensino Religioso nas escolas públicas na semana passada. “Então acho que a religião deve sim entrar como disciplina obrigatória nos colégios que é para por um freio principalmente nesta meninada que está começando agora, para que se possa ter no futuro um pouquinho mais de moral, um pouquinho mais de ética e um pouquinho mais de espiritualidade na pessoa, por que nós não estamos encontrando isso hoje”.


O que achou desta matéria? Dê sua nota!:

0 votes, 0 avg. rating

Compartilhar:

Escreva um comentário